Programa Reformar 3, do Governo de Goiás, auxilia escolas na preparação para a volta às aulas

Unidades têm aplicado recursos no atendimento de demandas estruturais prioritárias, como, por exemplo, na realização de reparos nos telhados e nos pisos

Quem passa pelo Colégio Estadual Dr. Francisco Accioli, no município de Pires do Rio, percebeu a movimentação ocasionada pelas obras. A unidade da rede estadual de Educação é uma das contempladas com R$ 100 mil em recursos do programa Reformar 3, do Governo de Goiás, e realiza reparos nos muros, na pintura e nos pisos, além da perfuração de um poço artesiano.

“Na nossa região falta água demais, porque é mais alta. E o poço artesiano vai ser primordial para o funcionamento da escola”, conta Domingos Rodrigues Pereira, gestor do colégio. De acordo com ele, a perfuração do poço era um sonho da instituição, que agora poderá desenvolver antigos projetos como, por exemplo, a criação de uma horta. “É uma água boa, uma água que vai funcionar e que vai permitir que a gente não fique dependente das empresas de fornecimento. Agora não, agora nós temos água e podemos realizar o sonho de construir uma hortinha que vai contribuir com a Merenda Escolar”, relata Domingos.

Já no município de Ipameri, o Colégio Estadual Normal Professor César Augusto Ceva utiliza os recursos do Reformar 3 para preparar a unidade para o início do ano letivo de 2022, quando receberá cerca de 300 alunos de Ensino Médio. De acordo com a gestora, Maria Ivone dos Santos Carneiro, os R$ 100 mil estão sendo aplicados na realização de reformas e na perfuração de um poço artesiano. “Estamos reformando o telhado, trocando todas as telhas quebradas; perfurando o poço artesiano; reformando o laboratório molhado; pintando a parte administrativa e a fachada do colégio”, lista a gestora, reforçando o otimismo com as obras.

Reformar 3

Lançado em novembro de 2021, o Programa Reformar 3 representa investimentos de R$ 93,9 milhões do Governo de Goiás na melhoria da infraestrutura das escolas estaduais. Nessa terceira edição do programa, cada escola recebeu R$ 100 mil, a serem aplicados, prioritariamente, na execução de poços artesianos; na adequação dos serviços de acessibilidade e de prevenção e combate a incêndios; na realização de adaptações de espaços existentes e de instalações elétricas; na cobertura e pintura de blocos; e, na manutenção, troca e execução de pisos e revestimentos.

O assessor especial da Superintendência de Infraestrutura da Secretaria de Estado da Educação de Goiás (Seduc), Gustavo Jardim, explica que a intenção do Reformar 3 é justamente “destravar” a execução de pequenos reparos, acelerando a manutenção, a reforma e a revitalização nas unidades escolares da rede pública estadual de todo o Estado.

O assessor da Seduc ressalta, ainda, que não há, necessariamente, a obrigação de as unidades aplicarem os recursos na execução dos serviços listados e que cabe à comunidade escolar a decisão sobre o que precisa ser feito nas escolas. “Não são itens obrigatórios, a gente envia como sugestão, como itens prioritários a serem adequados. Mas, cada escola é que vai determinar, junto com o Conselho Escolar, qual é a sua prioridade”, reforça.

Nas escolas de tempo integral, por exemplo, a orientação é que os recursos do programa sejam destinados prioritariamente à adaptação dos espaços para a alimentação. A ideia é que essas unidades adequem locais já existentes para que possam atender, da melhor forma possível, os alunos durante as refeições. 

Sobre a perfuração de poços artesianos, o assessor da Seduc explica que a decisão de incluir esse serviço na lista desta terceira edição do programa partiu de uma demanda existente em muitas escolas, especialmente daquelas localizadas em regiões onde existem problemas de abastecimento.

“Tem muitos locais que estavam com problemas de acesso à água potável, água da rede mesmo. E o que é um poço artesiano nesses locais? Uma independência. Dependendo da região e da profundidade, você pode usar no abastecimento de água potável ou água para limpeza e irrigação de plantas. Então é um item que traz independência e economia na conta de água das escolas”, conclui Gustavo Jardim.

Guia do Reformar

Para auxiliar as escolas na escolha dos serviços que são contemplados pelo Reformar 3, a Superintendência de Infraestrutura da Seduc desenvolveu o Guia Orientativo do Programa Reformar Goiás – Edição 3. O documento foi disponibilizado em duas versões, uma para as escolas regulares e outra para os Centros de Ensino em Período Integral (CEPIs), e pode ser consultado aqui.

Joomla Gallery makes it better. Balbooa.com

Utilizamos cookies essenciais e tecnologicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.